Dieta pós- festas

Depois de dois feriados onde a dieta fica esquecida, o organismo pode estar sofrendo as consequências das calorias contida naqueles pratos de sobremesa que você comeu porque “era natal” ou “ano novo”.

Em resposta aos exageros de fim de ano, nosso organismo pode apresentar sintomas como: intestino preso ou diarreia, gosto amargo na boca ao acordar, baixa resistência imunológica, dores de cabeça, inchaço, alergias e indisposição.

Após as festas e seus excessos,é importante retomar a rotina de alimentação para purificar e dar energia ao corpo, acelerando o metabolismo e diminuindo a sensação de mal estar.

O que se deve fazer para isto?

Durante a dieta, é fundamental lembrar das fibras, que são carboidratos não digeridos pelo organismo e que auxiliam no seu bom funcionamento, especialmente na limpeza e regulação do intestino, que encontradas em alimentos integrais como biscoito, arroz, pães, aveia e cereais em geral.

Frutas, verduras e legumes, também devem compor o cardápio, por conterem poucas calorias e serem ricos em nutrientes.

Algumas dicas:

a melancia é refrescante e diurética;

o abacaxi auxilia na eliminação de impurezas;

o gengibre melhora a digestão, fortalece o sistema imunológico e combate a constipação intestinal;

a berinjela tem ação digestiva e laxante;

a couve que estimula a produção de enzimas, ajuda na eliminação de toxinas e é fonte de vitamina B ;

frutas cítricas, como o limão, laranja, kiwi e acerola possuem substâncias antioxidantes e fortalecem a imunidade;

peixes e chás também devem estar presentes pois a hidratação deve ser reforçada.

Além disso, deve-se evitar o consumo de carnes vermelhas e carboidratos simples, pois o índice glicêmico é muito alto, dando preferência aos de baixo índice glicêmico como quinoa, batata doce, verduras e legumes e frutas, como as que já foram citadas, mais melão, pera, pêssego, uva. Esta, porém, com moderação.